Buscar
  • Marcos Lopes

Por que contratar um celebrante de casamento?

Quando exponho meu trabalho em feiras de casamento, recebo muitos questionamentos de noivos e até mesmo de pessoas do ramo querendo saber o que exatamente eu faço. Por isso, decidi fazer esse post para explicar um pouco sobre o trabalho de celebrante de casamento.


O trabalho de celebrante (que muitos chamam de cerimonialista, como disse no primeiro post desse Blog) é realizar a cerimônia de casamento. A diferença para um pastor ou padre é que o foco do celebrante não é falar sobre religião no casamento, embora exista agradecimento a Deus e em outros casos os noivos pedem um foco maior na parte religiosa.

Mas por que contratar um celebrante? Nos últimos anos, nosso país passou por uma descentralização da religião católica, que era predominante nas famílias. Com isso, tivemos o crescimento de outras religiões, principalmente as evangélicas e espíritas. Porém, o momento de se apaixonar não escolhe religião e, por isso, temos diversos casais em que o noivo é católico e a noiva evangélica ou vice-versa.

O fato de o casal ser de religião distinta causa um certo desconforto entre as famílias. O católico não se sentirá confortável em ir a uma igreja evangélica e o mesmo acontece com o evangélico, que não se sentirá bem se a cerimônia acontecer em uma igreja católica.

É nesse momento que o casal decide se casar no próprio local da festa, seja no Buffet, chácara ou restaurante e contratar um celebrante neutro para realizar a cerimônia sem pender para nenhum lado religioso.

Como a cerimônia realizada por um celebrante é muito bacana (claro que existem as infelizes exceções), acabamos fazendo celebrações de pessoas da mesma religião, mas que não querem fazer na igreja (seja ela católica ou evangélica) porque não veem sentido e acham aquilo muito chato e nada personalizado.

#celebrante #celebrantedecasamento #cerimonialista #casamento #cerimoniadecasamento #casarforadaigreja #casamentoaoarlivre #casamentonobuffet

78 visualizações
Contate-nos